Bolo coberto com banana caramelada

    Bolo coberto com banana caramelada

    1pessoa já guardou
    1hora


    1 pessoa fez essa receita

    Sobre a receita: Esta receita deu tão certo que resolvi refazê-la para presentear meus colegas de trabalho no dia de Santo Antônio. Ninguém achou o Santo, mas a integração foi ótima!

    Ingredientes
    Serve: 10 

    • Caramelo
    • 360 g de açúcar refinado
    • 120 g de água
    • Bananas caturra maduras cortadas em rodelas de 1 cm (o suficiente para cobrir o fundo da forma)
    • 1/2 colher (chá) de canela em pó
    • 1 colher (sopa) de açucar refinado
    • Massa
    • 50 g de manteiga sem sal
    • 120 ml de leite integral
    • 3 ovos
    • 270 g de açúcar refinado
    • 210 g de farinha de trigo convencional
    • 1 colher (sopa) de fermento em pó

    Modo de preparo
    Preparo:20mins  ›  Cozimento: 40mins  ›  Pronto em:1hora 

      Caramelo

    1. Misture a água e o açúcar em uma panela pequena.
    2. Leve ao fogo sem mexer até ficar com a cor de caramelo claro.
    3. Espalhe o caramelo no fundo e nas laterais de uma forma redonda de 24 a 28 cm de diâmetro.
    4. Coloque as rodelas de banana sobre o caramelo começando pelo centro da forma.
    5. Polvilhe a canela misturada ao açúcar sobre as bananas. Reserve.
    6. Massa

    7. Aqueça o forno a 180° C.
    8. Peneire a farinha e o fermento juntos.
    9. Misture o leite e a manteiga numa panela e aqueça. Reserve.
    10. Bata os ovos e o açúcar na batedeira até ficar um creme fofo.
    11. Acrescente a farinha misturada com o fermento, alternando com o leite morno.
    12. Derrame a massa sobre as bananas e asse por aproximadamente 40 minutos.
    13. Desenforme ainda quente.

    Dica

    Quando for fazer o caramelo, passe um pincel com água nas laterais de dentro da panela para derreter o açúcar cristalizado. Ao desenformar o bolo, algumas bananas podem ficar grudadas na forma, pois o caramelo endurece rápido; nesse caso recoloque-as com a mão ou com o auxílio de um garfo ou espátula. Lembre-se: quanto mais rápido desenformar, menos chances delas grudarem. Também é possível aquecer a forma na boca do fogão.

    Histórico

    Avaliações (0)

    Escreva sua avaliação

    Dê sua nota com estrelas